17 março, 2017

A Bela e a Fera | CRÍTICA

O clássico filme A Bela e a Fera, de 1991, marcou uma grande fase para a Disney. Primeiramente, era lançado após um período não muito criativo nas décadas de 70 e 80. Sucessora de A Pequena Sereia (1989), os novos filmes do estúdio de animação prometiam restaurar aquela magia e essência de seus filmes antigos. Segundo, a Bela foi a sua primeira personagem feminina no grupo das princesas a não ser passiva, a lutar de verdade pelo o que queria e assim, abrir portas para inúmeras princesas mais fortes e independentes.
O novo A Bela e a Fera chegou aos cinemas ontem (05/03), e é carregado do brilho do seu filme original. Capaz de fazer qualquer pessoa que um dia já chegou a assistir ao clássico suspirar de tanta nostalgia. O remake, estrelado pela Emma Watson (Bela), Dan Stevens (Fera) e Luke Evans (Gaston) promete encantar e apaixonar qualquer um, seja ele um fã do filme original ou até mesmo uma criança conhecendo a história pela primeira vez.

Imagem relacionada

O filme é totalmente baseado na animação de 1991, num live-action quase idêntico ao clássico. Porém, é interessante ver as diferenças entre um filme e outro. Todos os elementos continuam no filme, como a rosa, as músicas que sabemos de cor, a biblioteca da Fera, mas ainda assim o novo A Bela e a Fera se mostra um filme muito mais maduro que o anterior. Ele mostra que, apesar de ser uma grande homenagem a animação, ele é autêntico, com seus próprios traços.
O primeiro fato importante do filme de 2017 é que ele se reconhece como um musical. As músicas são o coração do filme, aumentando o significado da história e aproximando ainda mais o espectador da tela do cinema. E, como muitos achavam, não é nada estranho as pessoas começarem a cantar e dançar de uma hora para a outra. Porque soa natural e verdadeiro. Com as canções do clássico, o longa ainda contém músicas originais e tocantes que prometem emocionar. Tal ação foi de grande coragem da produção, pois estavam cientes que é mais fácil que o público adentre nas músicas em uma animação do que em um filme do gênero.

Imagem relacionada

Emma Watson, como sempre, atuou formidavelmente. A Bela é uma personagem segura e que acredita em seus próprios ideais, como mostra ao tentar ensinar uma garotinha do seu vilarejo a ler, coisa que, para a época, era vista com maus olhos. Ela se mostra firme e não gosta de levar desaforo para casa, muito menos deixa qualquer um mandar no seu destino. Vista como "engraçada" pelos moradores da pequena vila em que vive, Bela é diferente por gostar de ler e não admitir que alguém diga quem ela deve ou não ser. É uma personagem totalmente firme e autônoma.
Já a Fera é um personagem simples e ao mesmo tempo complexo. Assim como na animação, mostra ser uma criatura gentil e bondosa, mesmo de início sendo autoritário e mal educado. Contando nessa versão sua história, é entendido o porquê de ser egoísta e não ter bons valores quando ainda era um príncipe. Dan Stevens aparece muito mais como Fera do que como o príncipe Adam, porém ainda assim ele nos proporciona um bom e importante personagem.
Já o Luke Evans foi um perfeito Gaston, se tornando incapaz de não comparar o atual ao do clássico. Foi como se o da animação estivesse ali, com toda a sua vaidade e maldade. Cantando e até dançando, Evans nos fez rir, mas também odiar seu personagem, assim como odiávamos o Gaston do clássico infantil.

Resultado de imagem para beauty and the beast 2017

Com nomes como Ewan McGregor (Lumière), Ian McKellen (Cogsworth), Emma Thompson (Sra. Potts), Gugu Mbatha-Raw (Plumette) e Kevin Kline (Maurice) no elenco, o filme dá grande visibilidade ao LeFou, vivido pelo Josh Gad, que é o primeiro personagem da Disney a ser confirmado gay. Tal representatividade é de grande importância e significância. LeFou se mostra engraçado e incrivelmente interessante, acrescentando partes cômicas no filme.
Dirigido com segurança pelo Bill Condon, A Bela e a Fera é um filme simples. Com figurino e fotografia maravilhosos, a Disney criou uma atmosfera de total nostalgia. O filme em si não tem nada de grandioso, e essa é a beleza dele. Faz nosso coração bater mais forte e o choro é quase certo para quem amava o clássico. Sentimentos não são fáceis de mudar quando se trata de um filme tão bom quanto esse.
Carregado de amor, leveza e música, A Bela e a Fera promete te fazer sentir como se estivesse vivenciando novamente aquela mesma sensação de quando assistiu pela primeira vez à animação. E acredito que isso, por si só, já é um grande motivo para ir conferir a história nos cinemas.

Resultado de imagem

27 fevereiro, 2017

TAG | Viciada em Filmes

Oi pra todo mundo que assistiu o Oscar ontem e que chorou tanto quanto eu :D
O que falar da premiação de ontem, gente? Franquia Harry Potter justiçada (amém Fantastic Beasts), o Oscar ganhando Viola Davis, Miss Universo 2.0 na categoria de melhor filme. Foi tanta emoção que tô hiperventilando até agora.
Por isso hoje a gente vai falar de filmes. Como vocês sabem, eu amo responder Tags, e eu achei essa perfeita para o atual momento. Espero que gostem e se divirtam. E que dê vontade de ir pro cinema assim que terminar de ler :) Então, vamos lá!

01. Qual foi o último filme que você assistiu?
Resultado de imagem para la la land gif
Assisti ontem La La Land pra entender o número de indicações que o filme teve no Oscar. Gostei bastante, de verdade. Chorei. Deu vontade de sair cantando e dançando por aí. E o final quebrou meu coração pro resto da minha vida.

02. Um filme que quer muito ver?
Resultado de imagem para beauty and the beast 2017 gif
Vale um que ainda vai estrear, né? Porque eu tô há uns dois anos na maior ansiedade pra A Bela e a Fera. Nem acredito que já é próximo mês. Meu clássico preferido sendo vivido por uma das minhas atrizes preferidas. Se eu tô chorando só com os trailers, já me imagino saindo desmaiada do cinema (nem vou brincar com isso, vai que acontece).

03. Um filme pra chorar?
Resultado de imagem para marley e eu gif
É díficil escolher filmes em que eu choro por eu chorar em todos os filmes. Não tô exagerando. E eu choro principalmente com animação. Já até fiz um post sobre isso, que você pode ler aqui. Por isso, vou escolher mais de um, OK? Primeiramente, qualquer filme que tenha um cachorro (como Marley & Eu). Qualquer filme que fale sobre guerras (recomendo A Vida é Bela). Qualquer romance (recomendo qualquer romance). E, como já citado, qualquer filme de criança (duvido você não chorar com Divertida Mente). É isso aí.

04. Um filme pra rir?
Resultado de imagem para filme luzes da cidade gif
Eu lembro de sentar no sofá com minha irmã e minha mãe e passar horas assistindo aos filmes do Charlie Chaplin. Amo de coração Luzes da Cidade, de longe meu predileto, me faz rir o tempo inteiro e o final é com certeza a coisa mais linda e emocionante do mundo.

05. Um suspense?
Resultado de imagem para caso 39 gif
Um dos filmes de suspense que eu mais gosto é Caso 39. Não esperem explicações, eu simplesmente tenho uma paixão por ele. Lembro de ter assistido sozinha quando era criança, o que foi bem traumático, mas hoje eu já tô recuperada (ou talvez não).

06. Um filme pra ver com a família?
Resultado de imagem para trolls gif
Vou ativar as lembranças de novo, tudo bem? No final do ano passado a família toda se reuniu pra ir no cinema. Eu acho que a gente nunca tinha feito isso antes. Por isso, vou escolher Trolls pra essa categoria, porque eu persuadi todo mundo a assistir desenho naquele dia, sim. Aliás, o filme é lindo e mesmo não tendo razões para tal, eu chorei como de costume.

07. Um romance?
Resultado de imagem para amelie poulain gif
Vou escolher aquele clássico que todo sonhador que se prese deve assistir. Amelie Poulain sempre será um dos meus romances favoritos, e eu sempre choro com o final. É aquele tipo de filme que te emociona e aquece seu coração ao mesmo tempo.

08. Um filme lindo?
Resultado de imagem para o quarto de jack gif
O Quarto de Jack é um dos mais belos filmes que eu já assisti. Falando de amor, de inocência, de traumas e de dor, ele é capaz de te fazer sentir como se estivesse vivendo a história do Jack, e é impossível não se emocionar e se colocar no lugar dele e de sua mãe. É de uma beleza trágica. Vale a pena assistir.

09. Um filme pra morrer de medo?
Resultado de imagem para the sixth sense gif
Quando eu era criança eu ficava apavorada quando assistia O Sexto Sentido, mas mesmo assim eu via sempre que passava na TV. Eu realmente acreditava que não daria mais medo pelo fato de eu já saber tudo o que iria acontecer :) Sou trouxa desde sempre, Brasil. E eu coloquei um gif fofo pra não pôr nada muito pesado no blog. Teve uns que achei que só Deus.

10. Um filme pra ver em um dia chuvoso?
Resultado de imagem para about time gif
Vou escolher esse porque é um dos meus preferidos no mundo e eu não queria deixá-lo de fora dessa lista. Questão de Tempo é um filme tão maravilhoso que eu fui dormir feliz depois que assisti. É completamente cheio de amor. Impossível não se apaixonar.

11. Um filme para o feriado?
Resultado de imagem para harry potter gif
Se é feriado, dá pra assistir uma saga inteira. Quais filmes são melhores do que toda a franquia Harry Potter? Ah, ficar na cama o dia inteiro, comendo pipoca e vendo aos oito filmes. Aliás, meus amigos combinam há anos pra gente assistir, mas até hoje. Um dia vai, em nome de Dumbledore. Amém.

12. Um desenho animado?
Resultado de imagem para coraline gif
Vale todos? Sério. Vocês já assistiram a alguma animação ruim? Aposto que não. Mas vou escolher um dos que mais me marcaram na infância. Coraline, o filme que me assombra até hoje e que eu não canso de assistir. Amo amo amo.

13. Um filme que todo mundo tem que ver?
Imagem relacionada
Ponte Para a Terabítia é um dos mais especiais pra mim. Não importa se eu assisti há anos ou ontem, eu sempre vou sentir a mesma coisa que senti da primeira vez: dor. Mas o problema é que quando eu era criança eu não tinha coração e não chorava com filme. Porque hoje em dia eu choro só vendo gif do Jesse e da Leslie (aliás, tô chorando com esse).

14. Um filme que você assistiu muitas vezes?
Resultado de imagem para matilda gif
Acho que eu nunca vi tanto um filme quanto eu vi Matilda. Saudades de quando eu ligava a TV e tava passando na Sessão da Tarde. Hoje em dia minha mãe diz que eu já tô grande pra filmes desse tipo, o que me faz querer cortar relações com ela. Eu nunca vou estar velha pra Matilda. Nunca.

Espero que tenham gostado e se identificado com minhas escolhas. Me conta aí se você já assistiu algum desses, e me diz se, assim como eu, ama eles também. E me indiquem filmes. Por favor. Amo vocês <3

Beijos,
Emy

18 fevereiro, 2017

PLAYLIST | Vai Ficar Tudo Bem...

"Você terá tantas coisas boas em sua vida que não sobrará espaço para nenhum sentimento ruim." - Carolina Carmo

Eu tô numa fase da minha vida que, sinceramente, não tá dando. É problema pra todo lado. Preocupação e ansiedade sempre batendo na porta. Vivo deprimida. E cheguei numa fase que nem choro mais, só solto umas gargalhadas de desespero. Já tô assim há tanto tempo que eu não sei como consegui suportar tudo isso até agora.
Mentira, na verdade eu sei.
As pessoas que me cercam me ajudam com o bem mais precioso da minha vida: a distração. Meus amigos me proporcionam momentos maravilhosos que me fazem esquecer completamente as pancadas que a vida dá, e assim não tenho que carregar os problemas nos ombros o tempo inteiro. Eles me trazem paz, nem que seja por poucos minutos. Por isso, se você já fez eu me sentir bem, obrigada. Saiba que você é importante pra mim e que eu te amo de verdade.
Mas e nos momentos em que estou sozinha? Quando dou uma de paranoica e já começo a pensar em "tudo" e surtar? Pois bem. Nessas horas eu necessito de outro tipo de distração. Seja ler ou escrever. Ver seriados ou assistir a um bom filme. Mas o que eu realmente gosto é de ouvir música. Aquelas que te deixam em sincronia com você mesma, que te ajuda a respirar fundo e levantar a cabeça.
Por isso, separei aqui cinco músicas que me ajudam nesses momentos, desejando muito que ajudem vocês também. Espero que gostem. Ponham os fones de ouvido  e vamos lá.

Every Teardrop Is a Waterfall - Coldplay

Nightingale - Demi Lovato

Here Comes a Thought - Estelle and AJ Michalka

Keep Holdin' On - Avril Lavigne (Versão Glee)

Take Me Away - Gabrielle Aplin

Fico aqui torcendo para que tenham gostado, e estou sempre aqui quando quiserem me recomendar novas músicas. Enfim, né. Espero de coração que eu tenha de alguma forma deixado vocês melhores e tenha os distraído do mundo exterior. Acredito que no fundo, o meu trabalho com esse blog seja esse.
Termino esse post dando um abraço virtual em cada um de vocês, e dizendo que vai ficar tudo bem e que, mesmo que não aparente isso, eu estou aqui caso precisem de ajuda. Amo vocês.

You've got nothing to fear,
Emy u.u

05 fevereiro, 2017

TOP 5 | Casais LGBT das Séries

Em primeiro lugar, já vou afirmando que esse será mais um Top 5 que terá mais de cinco escolhas. Como sempre, eu me torno a pessoa mais indecisa do mundo quando sou forçada a listar coisas com um número totalmente limitado (DESCULPA). Por isso que, pela segunda vez aqui no Geek Girl, o Top 5 virou um Top 7!!! Aplausos pra mim.
Mas vamos combinar que escolher os meus preferidos entre os milhares de casais LGBT dos seriados que assisto é quase impossível. Foi tão difícil que tive que pedir ajuda a minha irmã, que olhou pra lista e já quis acrescentar mais uns vinte casais (não ajudou, amiga). Mas depois de horas, consegui finalmente reduzir de um milhão para sete. E eu ainda não sei como fiz isso, porque, como diz a sábia Julie de GITH: eu sou viciada em shippar.
Então, aí vai a seleção dos casais que já me fizeram sorrir, chorar, suspirar e, acima de tudo, acreditar no amor.

07. Mitchell e Cam
Resultado de imagem para mitch e cam gif
Ah, Modern Family <3 Sabe aquela série muito amorzinho que você assiste e que aquece seu coração? Pois é. Com um clima leve e simples, a história é capaz de te prender e te fazer adorar aquela família nada convencional como se fosse a sua. E o Mitch e o Cam são o amor da minha vidinha, sim!

06. Regina e Emma
Resultado de imagem para swan queen gif
Não vou mentir, Brasil. Shippo sim, mesmo não existindo (e tô tentando aceitar o fato de que nunca vai acontecer). Já tenho doutorado quando a matéria é ser trouxa, e consegui tal feito só me iludindo com Once Upon a Time. Mas, sério, gente. OLHA PRA ESSAS DUAS!!! NÃO TEM COMO NÃO SHIPPAR ISSO, ALÔ ALÔ!!!

05. Connor e Oliver
Resultado de imagem para connor e oliver gif
Já sofri demais por esses dois, só quem me conhece sabe. É tão lindo os dois juntinhos, chega bate um negócio <3 Mas eu nem me apego, vai que acontece alguma coisa (mentira, me apego sim, vem cá). Aliás, em HTGAWM, depois deles só tem a Annalise e a Eve mesmo (shippo muito elas duas também, socorro).

04. Ruby e Sapphire
Resultado de imagem para ruby and sapphire su gif
Eu vou citar aqui o desenho mais maravilhosamente gay, sim! Steven Universe tem tanto shipp LGBT que eu faria um Top 5 só pra ele. Mas hoje vou citar o melhor, mais lindo e mais poderoso de todos. Ruby e Sapphire são o amor da minha vida (por criarem a melhor fusão), e o amor delas supera muitos, viu? Porque, como a própria Garnet diz, ela é feita de amor, e isso é mais forte que muita gente.

03. Kelly e Yorkie
Resultado de imagem para yorkie and kelly gif
Chorei? Chorei. E não foi pouco. Até hoje penso nas duas e meu coração aperta. É aquela típica dor quando lembro de algo feliz (dá pra entender?). San Junipero é sim o melhor episódio de Black Mirror, por ter o casal que mais me fez chorar, gritar, sorrir e chorar novamente. Aliás, as duas ainda são o meu papel de parede... Meu Deus... Tô toda coisada.

02. Cosima e Delphine
Resultado de imagem para cophine gif
Já contei pra vocês que eu e minha mozão (que só me ilude) nos referimos uma a outra como as personagens de Orphan Black? Pois é, Brasil. Ela é a Delphine, e eu, Cosima (enchanté). Elas são as melhores, mais maravilhosas e mais inteligentes da série, e é impossível não shippar (tente, se for capaz). Choro só de lembrar das duas. 


01. Alex e Maggie
Resultado de imagem para sanvers gif
Minha mão chega treme. Sério, não tem como eu falar de Sanvers sem bater um negócio. Eu nunca vou agir normalmente quando se fala do melhor casal de Supergirl (Supergay <3). Vocês não têm noção. Já pus tanto de papel de parede do celular que as pessoas nem perguntam mais quem são. Sério, eu amo muito elas, do fundo do meu coração! Tô surtando aqui só um muito!!!

Termino então o post com lágrimas nos olhos e com o coração apertado com tanta coisa linda <3 Espero que tenham gostado e que shippem esses casais tanto quanto eu. E que estejam também cheios de esperança de um futuro com mais tolerância e respeito. E claro: com muito mais amor.

I love the love,
Emy <3
Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo